Marrakech

Sempre sonhei em conhecer a África…
Desde as aulas de história na escola, quando tentava entender o porque um continente imenso e bem no meio  das rotas marítimas dos grandes centros comerciais não vingava, não se desenvolvia..  A exploração é marca histórica da África, desde sua “colonização”.
marrocos1
marrocos6
Imensas florestas, animais dos mais diversos, mamíferos gigantes, mini formigas assassinas, safaris, miséria, pesquisadores.. Tudo isso faz parte de um imaginário que define a África.. Mas na minha opinião de nada adianta imaginário, temos que ir in loco viver a experiência de sentir o local.
marrocos7
A África que eu escolhi é bem diferente desses conceitos mal estabelecidos sobre o continente.
Marrocos, mais precisamente Marrakech, uma cidade no meio do deserto, seca, com um calor médio de mais de 40 graus, onde as pessoas vestem roupas sociais e burcas, tomam chá quente a todo hora do dia, convivem com animais silvestres normalmente (cobras, camelos, macacos, tartarugas..) e fazem pinturas na pele (as mulheres pintam as mãos).. Uma cidade que tem o centro fechado por muros (Medina), e alguns palácios que parecem miragens, pois possuem largos jardins floridos e muita água em um cenário tão seco e quente…
marrocos12
Fui sozinho e me hospedei no Hostel Riad Massine II (50 Derb Sidi Mohamed L’Haj – Bab Doukala 40000), dentro da Medina.
De lá ia caminhando para os lugares históricos, tanto dentro quanto fora dos muros.
Uma grande dica é jamais tomar água da torneira, POR NADA, assim como usar protetor solar e evitar mostrar-se perdido, pois de 5 em 5 passos aparece um marroquino local querendo guiá-lo e/ou levá-lo para as lojas onde ele recebe um troco por cada turista que conseguir arrastar….rs….
Se você como eu não fala francês então, melhor sair com tudo já planejado porque a maioria das pessoas só fala francês.. além do bereber e árabe, claro… alguns falam espanhol também, poucos, para atender melhor os turistas e vender mais…
Se falar francês conseguirá negociar ainda mais os preços, que jamais são os anotados no produtos… paga-se somente 20% do valor pedido inicialmente, e olhe lá..
Outra coisa: Para não arriscar, não fiquei comendo em qualquer lugar, ou qualquer coisa, pois os temperos são muito fortes, o calor frita a cabeça e a água, como falei, não é nada confiável.. Minha solução foi comer sempre o café-da-manhã do hostel reforçado, carregar algumas frutas ao longo do dia (sempre com a garrafa de água comprada) e quando comia era algo como um kebab, algo que já conhecia bem dos tempos de espanha e londres, logo sabia que meu estômago não estranharia…
marrocos13
marrocos11
marrocos9
marrocos8
marrocos10
marrocos5
Se tiver tempo aproveite para fazer o passeio no deserto, e passe lá uma noite.
Compre bem, pois tudo em Marrakech é barato, visite os palácios, mesquitas, mercados de rua e lojinhas de produtos locais.
Tudo encanta pelo perfume, colorido, sabores, detalhes e peculiaridades culturais que espantam..
É maravilhoso e chocante ver tanto contraste com o nosso Brasil.. A aridez impressiona..
marrocos14
marrocos4
Quer ver mais? :

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s